Sinfônica de Sorocaba realiza concertos em comemoração ao aniversário da cidade

05/09/2016

A Orquestra Sinfônica de Sorocaba está preparando dois concertos especiais em comemoração ao aniversário de 362 anos da cidade. Nos dias 11 e 14, o grupo sobe ao palco da Sala Fundec com o solista Jefferson Perez para homenagear a cidade. As apresentações ocorrem às 20h na quinta-feira (11) e às 19h no domingo (14) e os ingressos custam R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia entrada.
Os concertos serão divididos em duas partes. Na primeira, o violoncelista tocará o “Concerto para Violoncelo e Orquestra, Op. 85”, de Edward Elgar, acompanhado pela Sinfônica, com os movimentos “Adagio – Moderato”; “Allegro Molto”; “Adagio” e “Allegro Ma Non Tropo”. Essa peça, segundo o maestro, Eduardo Ostergren, foi escolhida por ser muito bonita e ao mesmo tempo difícil, o que a torna um desafio para o solista e os músicos.
Na segunda parte, a orquestra tocará uma obra do compositor Francisco Mignoni. De acordo com Ostergren, “Tucho”, nome da peça, era apelido do neto de Mignoni. Como o garoto vivia a cantarolar pequenas melodias, o avô criou uma abertura em cima do que o neto cantava. “Essa é uma composição bem brasileira, gostosa de se ouvir”, comenta o maestro. Em seguida, a Sinfônica executará quatro movimentos do “Balé Estância”, do argentino Alberto Ginastera, são eles “Os Trabalhadores Agrícolas”; “Dança do Trigo”; “Os Peões da Fazenda” e “Dança Final: Malambo”. “Esta peça descreve a vida rural da Argentina e se encerra de uma forma bem festiva com ‘Malambo’, que é um movimento rítmico com muita percussão”, diz Ostergren.
Sobre o solista
Jefferson Perez, é bacharel em Música pela Universidade Estadual Paulista. Iniciou seus estudos no Conservatório de Tatuí. Foi professor convidado do Festival Eleazar de Carvalho em Fortaleza e do Curso de Inverno do Projeto Camerata - Presidente Prudente.
Atualmente é professor de violoncelo no Conservatório de Tatuí e no Instituto Municipal de Música de Sorocaba, administrado pela Fundec.